Junho 07 2010

No passado dia 29 e 30 de Maio, decorreu na pista de pesca do Cabeção, a 1ª e 2ª prova de pesca, do Campeonato Nacional de Clubes.

Disputam este campeonato 14 Clubes, e o CAPBAlentejo também está lá integrado. No primeiro dia de prova, não tendo sido muito feliz no sorteio dos pesqueiros, conseguiu  a equipa 38,5 pontos o que no segundo dia deixou os atletas do CAPBAlentejo mais apreensivos e era fundamental fazerem uma boa prestação.

A equipa conseguiu no fim da segunda prova 35,5 pontos, tendo com isso melhorado relativamente ao primeiro dia de pesca, nos dois dias de pesca foram capturados pela equipa do CAPBA um total de 31,500Kg  de peixe, tendo obtido 74 pontos e na classificação geral encontra-se até ao momento em 6 lugar.

O CAPBAlentejo está de parabéns, pois de 14 Clubes a disputar o campeonato, consegue obter um 6º lugar.

O tempo estava bom, só os mosquitos é que incomodavam bastante e por vezes até transtornavam os pescadores em acção de pesca.

Penso que todos os atletas estão de parabéns, o nosso convivio a cada final de prova de pesca, é sempre muito agradável, mas penso que desta vez teve algo de especial e muito saudável, em todos os aspectos, civicos, matrimoniais e de associativismo.

Fcam algumas fotografias para tentar transparecer a quem lê um pouco do que descrevi.

 

Margarida Figueira                                                          Fotografias

publicado por capdobaixoalentejo às 15:06

Maio 07 2010

No passado dia 1 e 2 de Maio na pista do Cabeção, decorreu a Iª e IIª do Campeonato Nacional de Rio, da 3ª divisão - zona sul, onde um atleta do CAPBAlentejo participou. A pista estava totalmente diferente de dois ou três dias anteriores ao da prova, e isso fez com que os atletas ficassem surpreendidos um pouco com o que encontraram. Os peixes ao contrário de anos anteriores, colaboraram e todos os atletas tiraram peixe. Na Iª prova, no dia 1 de Maio, o atleta ficou na zona C e no pesqueiro 5, os pescadores que compunham a Zona eram a maioria atletas com renome neste pequeno mundo da pesca, digamos que o atleta do CAPBAlentejo ficou na zona "VIP", mas correu tudo dentro da normalidade, e capturou 2,280Kg, obtendo assim um quarto lugar, bem merecido e como podem verificar nas fotografias, a zona C era sem dúvida dificil, mas isso não desanimou o atleta, muito pelo contrário, incentivo-o a esforçar-se, ainda mais do que é normal. Na IIª Prova, no dia 2 o atleta do CAPBAlentejo ficou na zona E no pesqueiro 9, uma ponta, foi uma zona muito diferente da zona C, bastante dificil, independentemente de ser ponta, os peixes só colaboraram na 1ª hora, nas outras duas restantes pareciam ter abalado. Mas o atleta, mesmo com todas estas dificuldades, persistiu sempre e nunca desistiu e conseguiu capturar 9,140Kg, obtendo um 3º lugar, ficando com mau perder, pois o 2º lugar foi obtido com 9,240Kg pelo atleta Ricardo Santos, penso que é compreensivel este "mau perder", mas correu tudo muito bem, o tempo estava com sol e bastante ventoso, a Pista está bonita e o ambiente foi bastante agradável tanto no 1º dia como no 2º, o atleta teve sempre ao lado bons companheiros, obtendo assim uma boa camaradagem, que é também uma coisa saudável que a pesca nos dá e que vai sendo uma excepção nesta modalidade, devido a algumas rivalidades entre Clubes. 

Margarida Figueira                                               Pista do Cabeção Fotografias

publicado por capdobaixoalentejo às 18:47

Abril 14 2010

publicado por capdobaixoalentejo às 23:48

Abril 10 2010

No passado dia 10 de Abril, os nossos jovens atletas do CAPBAlentejo tiveram a sua segunda prova do Campeonato Regional de Esperanças/Juniores/Juvenis/Iniciados, também participaram a título de treino e convivio, o Campeão Nacional de Iniciados e o Campeão do Mundo também estes atletas do CAPBAlentejo. Tal como podem ver nas fotografias existe uma fraca adesão de participante para a modalidade da Pesca de Competição, o que nos entristesse pois sendo um desporto bastante saudável e pedagogico, deveria ter mais adesão. Também relativamente à participação do sexo femenino penso que na generalidade é quase nula, a participação de mulheres quando existe deve-se dar o apoio necessário e suplementar de forma a cativar mais, e para que as Atletas possam ser elas o meio de canalizar mais colegas para esta modalidade. A prova decorreu dentro da normalidade, e os peixes também colaboraram.

 

Margarida Figueira                                                                       Galeria de fotografias

 

publicado por capdobaixoalentejo às 16:30

Abril 03 2010

 

 

 

Na passada sexta-feira dia 2 de Abril, o CAPBA iniciou mais uma época de pesca, participando na 1ª prova do Campeonato Inter-Sócios de Mértola. Devido às condições em que o rio Guadiana se encontra, desde as últimas cheias, os resultados obtidos não foram os desejados, pois encontrámos um rio Guadiana com fortes correntes e uns pesqueiros com uma profundidade anormal. O sorteio também não nos foi favorável, tendo contribuído para que o CAPBA não tivesse atingido os objectivos desejados.

 

Valeu-nos o final da prova, pois banqueteámos-nos com um arroz de Lampreia e como sempre o convivio foi espectacular.

 

Ivo Goes Figueira

 

GALERIA DE FOTOGRAFIAS

publicado por capdobaixoalentejo às 21:04

Fevereiro 18 2010

Transcrito de  http://capdobaixoalentejo.blogs.sapo.pt/

Ivo Figueira - Bi-campeão Nacional de Iniciados

 

António Nunes - Atleta Jovem do Ano

No passado dia 7 de Fevereiro de 2010, o CAPBAlentejo deslocou-se a Lisboa ao Parque das Nações para que dois Jovens atletas do Clube fossem condecorados pela Federação Portuguesa de Pesca Desportiva, na gala de entrega de prémios dos Campeonatos Nacionais de 2009, mais uma vez realizou-se na Feira Internacional de Lisboa (FIL), tal como aconteceu no ano anterior, em relação às condições da realização da gala, houve um melhoramento quanto ao espaço e às condições para quem pretendia assistir à gala. Infelizmente a gala voltou a deixar os Atletas, os Clubes e os familiares dos Atletas desiludidos, mais uma vez, pois esta foi integrada na LISBOA BOAT SHOW e SPORT SHOW 2010, que nada tem haver com o tipo de pesca que nós estamos habituados a praticar, daí a deslocação à FIL ser estritamente para a gala de entrega dos prémios, ao contrário do que acontecia anteriormente quando esta gala se enquadrava na Feira Mora Pesca, onde todos os Atletas tinham interesses e vontade de ir assistir à gala. 

Aos Atletas não lhes é dado o devido mérito, nem se incentivam principalmente aos mais novos, e no nosso caso o CAPBAlentejo teve o mérito de obter mais um ano um jovem atleta que se consagra Campeão Nacional de Iniciados, este é bi-campeão nacional, isto não foi mencionado, o Atleta depois de ter concluido as provas, nada mais tem a fazer (provas ou incentivos) pois no seu escalão não existe a ida à selecção, a FPPD deveria de ter outra postura para cativar e agarrar estes jovens. Mais caricato ainda foi termos um nosso Atleta que com apenas 14 anos se consagrou Campeão do Mundo, e não houve uma forma de elevar o ego do jovem atleta, simplesmente focando de forma diferente o titulo alcançado pelo mesmo, pois para que tal acontecesse houve muito empenho e dedicação, abdicando de muitas coisas, de muito tempo livre de férias, etc, para se dedicar por completo á modalidade, durante a gala houve um corrupio de pessoas no palco e de nomes focados em série que não deixavam quem estava a assistir perceber o mérito do prémio entregue aos Atletas, bem como a satisfação com que os recebiam e ao mesmo tempo a desilusão dos Atletas quanto à espectativa que fizeram em relação a esta Gala de Entrega de Prémio da FPPD.

Para os pais dos Atletas mais novos, principalmente, a FPPD não teve uma palavra de incentivo de forma a que continuassem a apostar na modalidade, mantendo os filhos a praticá-la, mesmo com a crise económica que o país atravessa e as consequências que daí adevêm.

 

"Deixo ficar aqui os meus parabéns a todos os Atletas que se conseguiram consagrar campeões e aos que não conseguiram, deixo os meus parabéns também, pois o empenho, a dedicação tanto dos atletas como dos pais foram as mesmas. Continuem a praticar esta saudável modalidade, pois Vós sois os pescadores e Homens do Amanhã."

 

Margarida Figueira

 

GALERIA DE FOTOS

publicado por capdobaixoalentejo às 23:07

Outubro 26 2009

Classificação     Galeria de Fotos

 

 Realizou-se nos dias 18 e 19 de Outubro na Barragem de Santa Clara a 5ª e 6ª prova do Campeonato Nacional de pesca embarcada ao achigã. Compareceram apenas 22 equipas das 33 inscritas ( faltaram 11 equipas). Penso que cada equipa terá os seus motivos para faltar uns com, outros sem justificação mas estas 11 ausências em nada dignificam o Campeonato Nacional nem os clubes que pagam para os seus atletas se fazerem representar. Esta situação prejudica no meu entender os poucos que comparecem por vários motivos. Cabe á Federação analisar esta situação e tomar as medidas necessárias no próximo ano.
No Sábado ( 5ª prova) a manhã revelou-se algo fria mas com bom tempo, no Domingo ( 6ª prova) a prova foi adiada em duas horas devido ao forte nevoeiro que se registava e as condições de segurança não estavam reunidas, em meu entender a organização esteve bastante bem com esta tomada de decisão.
Em ambos os dias foram efectuadas várias capturas, capturas essas que embora de pouco peso foram em quantidade. No 1º dia não se registou qualquer grade, no 2º dia penso que também ninguém gradou embora eu não tivesse visto a classificação.
Silvestre Pinto/ Sérgio Sequeira Vencedores da 5ª e 6ª Prova
No Sábado Pedro Felix e Paulo Ramos lideravam o Campeonato mas no ultimo dia não conseguiram manter e voltaram a ocupar o 2º lugar. Foi sem dúvida um Campeonato bastante renhido com alterações nos primeiros lugares até á ultima prova. O terceiro lugar ficou para a dupla Silvestre Pinto e Sérgio Sequeira fruto de uma regularidade e dois primeiros lugares alcançados este fim-de-semana em Santa Clara.
Pela Nossa parte TEAM TICA, cumprimos as ultimas provas da época, brevemente publicarei aqui o balanço e resultados alcançados. A prova no meu entender decorreu da melhor forma para nós pois conseguimos 4 capturas, 2 em cada dia que apesar de pequenas deram para animar. A expectativa não era muito elevada pois tratava-se de cumprir calendário uma vez que nos encontrávamos na 11ª posição.
Mário Encarnado - Pesagem 2º Dia
Sérgio Figueira - Pesagem 1º Dia
O meu companheiro de equipa foi o Sérgio Figueira, “moço de Beja” que substituiu o Alexandre que por motivos pessoais não esteve presente. No Sábado a primeira captura foi à Texas com lagostim, o peixe estava colado nos 6 metros e por não ter feito a descompressão andou mais de duas horas a boiar dentro do viveiro mas aguentou vivo até ao final, a segunda captura sai com um crankbait. No Domingo sai um peixe a spinnerbait e outro a crankbait. Tentamos de tudo, para mim foi das provas mais difíceis do ano, poucas capturas, alguma motivação e poucas soluções de pesca pois faltou o treino para ganhar mais confiança.
Na generalidade as equipas efectuaram as suas capturas com spinnerbaits e crankbaist, algumas pescas foram feitas também a pescar á Texas com lagostim embora em menor quantidade. Santa Clara está cheia de Ablets e os peixes deslocam-se bastante atrás do alimento em conversa com o colega Severino Bispo que no 1º dia fez um pesca espectacular a pescar à Texas este confessou-me que no Domingo havia perdido um peixe acima dos 2 kg com uma poper no meio da barragem depois de ter visto um ataque aos ablets.
A organização também esteve bem na generalidade, não há muitas falhas a acrescentar, marcaram pontos com a introdução de fiscais nos 5 primeiros classificados e perderam pontos na afixação da classificação quer no 1º quer no 2º dia.Foram feitos testes antidoping a dois atletas.
Texto e fotos: Mário Encarnado

 

publicado por capdobaixoalentejo às 11:19

Outubro 09 2009

Realiza-se no dia 17 de Outubro pelas 17h em Évora no Viveiro Florestal - (Estrada da Chainha) um leilão de material pesca e de mar apreendidos. Serão colocados a leilão 40 lotes compostos por várias canas e carretos. Para os interessados poderão observar os lotes de 2ª a 6ª das 09h30 ás 13h.

publicado por capdobaixoalentejo às 00:15

Outubro 07 2009

Segundo os novos estatutos da Federação Portuguesa de Pesca Desportiva a Assembleia Geral da Federação passará a ser composta por 33 elementos representantes das Associações, Clubes, entre outros como árbitros, seleccionadores, …

Os clubes passam ter assim representatividade na Assembleia da Federação podendo contar com 12 representantes eleitos pelas respectivas Associações. Assim, no passado dia 2 de Outubro na Associação Regional Do Baixo Alentejo de Pesca Desportiva do qual o CAP do Baixo Alentejo faz parte procedeu á eleição do seu delegado a este órgão.

 Os clubes presentes em Assembleia Geral propuseram 3 nomes para delegados de entre os quais sairia eleito um elemento por voto secreto dos clubes presentes. O CAP do Baixo Alentejo apresentou a delegado Mário José Rodrigues Encarnado que foi eleito com 5 votos a favor no total de seis votantes. A candidatura de Miguel Eusébio da Casa do Benfica de Beja recolheu um voto.

A Associação Regional do Baixo Alentejo de Pesca Desportiva ficará assim com dois delegados na Assembleia Geral da Federação, Mário José Rodrigues Encarnado, eleito pelos clubes que compõem esta Associação e pelo Presidente da Associação que integra a Assembleia por inerência do cargo que ocupa, Sr. Ranholas.

Considero que esta alteração de alguma forma vem reconhecer a importância dos clubes dando-lhe uma maior importância e representatividade neste importante órgão. Pela minha parte muito me lisonjeia esta eleição agradecendo a todos os clubes que votaram favoravelmente a candidatura do CAP do Baixo Alentejo. Certo que tentarei dignificar e representar da melhor forma todos os clubes de pesca do Baixo Alentejo e a nossa Associação defendendo os interesses dos pescadores e da pesca no Baixo Alentejo.

Mário Encarnado

CAP do Baixo Alentejo

 

 

publicado por capdobaixoalentejo às 15:46

Setembro 28 2009

Galeria de Fotos     Classificação Geral

 

João Pardal e Mário Encarnado - Pesagem 1ª Manga

Realizou-se nos dias 19 e 20 de Setembro em Alqueva mais uma edição do CLÁSSICO ACHIGÃ. Este ano o Clássico contou com a presença de 88 equipas (Portugal, Espanha, Itália, Estados Unidos). Este ano foram várias as novidades registadas no clássico, sessão de treinos ma 4ª feira, acompanhamento de algumas equipas com um sistema inovador GPS que transmite dados sobre os pescadores ( fotos, capturas, etc.)e a presença de uma equipa de profissionais americanos.

 

O fim-de-semana não poderia estar melhor, no Sábado o dia apresentou-se bastante nublado com uma descida de temperatura e algum vento, condições ideais para pescar no Alqueva com técnicas mais rápidas. No Domingo a temperatura subiu e apenas durante amanhã se registou alguma nebulosidade.
Alqueva começa a fraquejar no que diz respeito a capturas, no primeiro dia registaram-se 24 grades e no 2º dia 37 grades o que revela a dificuldade dos pescadores em efectuar capturas. Foram capturados alguns exemplares de bom peso com o maior exemplar da prova a ser capturado pelo Fernando Silva do TEAM STARBASS com 2,945kg. Os peixes pequenos parecem ter desaparecido, e os grandes exemplares parecem começar a revelar alguma actividade.
Tenho dúvidas em afirmar qual terá sido a técnicas mais utilizada no entanto penso que a maior parte das capturas foram efectuadas com spinnerbaits e crankbaits, pescas rápidas e de reacção. As equipas espanholas não sendo tão conhecedoras do Alqueva optaram por bater margens aumentando assim a probabilidade de efectuar alguma captura e detectar peixes concentrados, técnica que acabaria por se revelar bastante produtiva uma vez que as equipas espanholas conseguiram colocar sete equipas nos primeiros lugares, ao invés das equipas portuguesas mais conhecedoras da barragem que pescaram em zonas mais localizadas que aparentemente tinham menos peixe.
O Clássico acabou por ser vencido pela dupla Elmo Garcia /Eliseu Garcia que apresentaram á pesagem 5 exemplares com 9,515kg. De registar que no 2º dia esta dupla não conseguiu efectuar qualquer captura. Em conversa com o Elmo este afirmou ter capturado os peixes no 1º dia á Texas.
Os profissionais americanos também acabaram por decepcionar, pois apenas conseguiram duas capturas no 1º dia e gradaram no segundo. Em conversa com EDWIN ERWINS este revelou ter pescado sobretudo á superfície, acabando por perder três peixes de kg no 1º dia. Não se conseguiram adaptar á pesca no Alqueva apesar de bastante motivados para levar uma vitória para os Estados Unidos.
Durante os três dias tive oportunidade de conversar várias vezes com estes profissionais, bastante simpáticos e acessíveis para tirar fotos e conversar um pouco com todos os presentes. Notei que ficaram um pouco perdidos e confusos com a imensidão do Alqueva e quais as técnicas mais produtivas nesta barragem. Esperava que melhorassem no 2º dia após leitura da pesca do 1º dia o que não veio a acontecer. Edwin Erwins confidenciou que esperava que a barragem tivesse mais peixe e permitisse mais capturas ainda que pequenas, partindo no entanto para os Estados Unidos com uma boa imagem dos Portugueses e do bom nível dos nossos pescadores. Mostrou-se também bastante surpreendido com o peso dos vencedores no 1º dia e não compreende como gradaram no 2º dia uma vez que haviam efectuado várias capturas no 1º dia.
Em relação á organização, parece-me não haver nada a apontar, a pesagem foi bastante rápida, com disponibilização dos resultados no site da APPA e no local em real time. Notou-se alguma confusão durante a colocação dos barcos na água no 1º e 2º dia mas que em nada prejudicaram os pescadores. Os horários foram cumpridos na integra, a sessão de abertura e de encerramento também decorreram bastante bem. Os organizadores e patrocinadores estão de parabéns pela excelente organização.
A NOSSA PROVA
Confesso que hoje estou com pouca vontade para escrever pois ainda estou a recuperar de um fim-de-semana com 16 horas de pesca, dois dias a acordar ás 5 da manhã e com todo o stress a que estas provas nos submetem.
Depois de ter realizado a 3ª prova do Torneio Terras do Grande Lago 15 dias antes do Clássico com o João Pardal onde conseguimos um 4º lugar, confesso que estava optimista para este clássico. Por várias condicionantes optamos por não treinar para este clássico e confiar no nosso conhecimento da barragem e experiência. O Alexandre mais uma vez por motivos pessoais não pode integrar o TEAM TICA.
No 1º dia, saímos no voo 7 cerca das 7h15 e sem demoras recorrendo ao GPS localizamos uma ilha submerssa que nos tem dado bastantes alegrias. A manhã estava escura e tivemos alguma dificuldade em localizar a ilha e pescar devido á forte ondulação, não pescamos muitos neste local e sem mudar de zona após 1h30 de prova conseguimos a 1ª captura acima do kg com um crankbait. O 1º peixe deu-nos uma grande alegria e motivou-nos bastante, não tadou muito e o Pardal faz a segunda captura com um spinnerbait, desta feita um belo lafargas com 2,115kg.
Com confiança redobrada decidimos voltar á ilha submersa onde havíamos iniciado a prova e o Pardal faz a terceira captura á texas com um lagostin. Com bastante tempo ainda para efectuar o limite procuramos sempre pesqueiros com ervas pois as três capturas que havíamos conseguido tinham sido efectuadas nestas zonas. Pesqueiro após pesqueiro, sem nos distanciarmos muito do ponto de partida o tempo foi-se esgotando sem conseguirmos mais capturas. No 1º dia pesamos 3,740 kg ocupando a 6ª posição. Apesar de optimistas e contentes com a nossa prestação não estávamos muito para o 2º dia pois a pesca no 1º dia não tinha sido consistente uma vez que só tínhamos tido três peixes.
No 2º dia partimos ás 7h55 e poisamos novamente nos mesmos locais, os mesmos tipos de técnicas mas sem qualquer sucesso. Decidimos então mudar radicalmente de zona e procurara outros pesqueiros que havíamos deixado para este dia. Um dos pesqueiros que havíamos seleccionado tinha quatro pescadores numa ilha que ali tinham prado o barco. Apesar disto não esmorecemos e pescamos acabando mesmo por ter neste local um ataque de um peixe seguramente acima dos dois kg que falhou a amostra ( crankbait).
ILEX - TICA - GAMAKATSU patrocinadores oficiasi do Clássico Achgã
 
A primeira e única captura (690 g) do dia foi realizada a duas horas do fim da prova pelo Pardal á Texas com um grub. Reforçamo-nos bastante mas sem sucesso, descemos 11 lugares em relação ao 1º dia conseguindo assim o 17º lugar que nos honra bastante devido á dificuldade da prova. Sem dúvida um resultado bastante positivo que sabe no entanto a pouco devido á fraca prestação do 2º dia. Foram dois dias de pesca espectaculares com esse GRANDE PESCADOR, JOÃO PARDAL, um senhor da pesca que muito me ensinou e nunca desistiu para conseguir um bom resultado.
Este clássico fica na memória, correu tudo bem que o mais importante. Fica um agradecimento especial aos nossos patrocinadores, especialmente ao Eng. André Amorim representante da TICA em Portugal pelo apoio e confiança que em nós colocaram. Um abraço para o amigo António Nunes da empresa AUTOCARAVELA que nos cedeu O Jeep e a embarcação para realizarmos esta prova.
Texto: Mário Encarnado
Fotos: Mário Encarnado / André Amorim

 

publicado por capdobaixoalentejo às 22:41

Setembro 16 2009

PROGRAMA
DIA 18 SEXTA-FEIRA
19h00 Abertura do certame, com desfile da
Fanfarra dos Bombeiros Voluntários de Vidigueira
21h30 Actuação do grupo “INCÓGNITOS”
22h30 Espectáculo Musical “CAMPOS DO ALENTEJO”
00h00 Actuação do Grupo Musical “ABS”

DIA 19 SÁBADO
16h00 Concurso de Culinária
21h30 Grupo Musica Popular ARDILA
22h30 Actuação do Grupo “SOL DO GUADIANA”
00h00 Actuação do Grupo Musical “SEM LIMITE”

DIA 20 DOMINGO
07h00 Concurso de Pesca [pista pesca]
16h00 Entrega de Prémios do Concurso de Pesca
19h00 Concerto com a Banda Filarmónica dos
Bombeiros Voluntários de Vidigueira
20h00 Actuação do artista “FRANCISCO BORGES”


 

publicado por capdobaixoalentejo às 14:28

Setembro 09 2009

 

Em resposta ao sr. João Simões aqui deixo algumas dicas de como pescar em S. Margarida.

Em S. Margarida podemos utilizar a pesca á Francesa ou a pesca á Inglêsa, eu pesco á Francesa de Inverno aos barbos e carpas e de Verão ás tainhas sempre com farinhas e algumas sementes. Á Inglêsa pesco na margem contraria só com asticot colado umas vezes com gravilha outras não dependendo da velocidade da corrente pois é na margem contraria que estão as árvores e o refugio para os peixes.

Tambem podemos obtar por pescar aos alburnos com canas directas entre os 2 e os 4 metros com farinhas para os mesmos.

Eu normalmente pesco á Inglêsa pois é a pesca que considero mais produtiva

Espero ter ajudado e peço desculpa pela tardia resposta.

 

Ivo Goes Figueira

publicado por capdobaixoalentejo às 20:49

Setembro 09 2009

publicado por capdobaixoalentejo às 20:17

Setembro 08 2009

No passado sábado dia 5 de Setembro, decorreu no Couço na pista de pesca de Santa Justa, concelho de Mora o Campeonato Nacional de Iniciados e mais uma vez o jovem bejense Ivo Figueira de apenas 9 anos de idade, consagrou-se Campeão Nacional de Iniciados pelo segundo ano consecutivo, pesca pelo CAP do Baixo Alentejo e este Clube tem vindo sem dúvida a mostrar que tem bons atletas e principalmente jovens atletas, que apoia os atletas que realmente gostam da modalidade. Os nossos mais sinceros parabéns ao Ivo, ao Clube e aos pais, pois devem de estar sem dúvida muito orgulhosos.

 

GALERIA DE FOTOS

 

publicado por capdobaixoalentejo às 12:05

Setembro 07 2009

 António Nunes com um belo Pargo de 4kg capturado em Cabo Verde - Ilha do Sal

Agosto de 2009

Este com mais um kg já dava para fazer uma sopa de cação...

 

MAIS FOTOS DE VÁRIOS DIAS DE PESCA EM CABO VERDE - ILHA DO SAL

 

 

publicado por capdobaixoalentejo às 21:37

Junho 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
26
27
28
29

30


pesquisar